Eclipses em 2021: veja aqui as datas



Os eclipses são fenômenos que sempre chamaram a atenção dos homens.

Sua primeira menção data de 30 de outubro de 1207 a.c., vez que, segundo pesquisadores da Universidade de Cambridge, juntamente com dados históricos, há indicativo de que esse eclipse deve ter ocorrido durante o governo de Ramsés II, o Grande, o terceiro faraó da XIX dinastia egípcia.

eclipses em 2021





e

Características dos signos

No Alcorão, por sua vez, um eclipse solar precedeu o nascimento de Maomé, ocorrido no ano de 569 d.C, contudo, os mulçumanos não atribuem a ele nenhum caráter simbólico ou mitológico.

No Brasil, pela mitologia indígena, acredita-se que os eclipses sejam causados pela onça-celeste e pelo morcego eterno, criaturas que em algum momento duelarão e destruirão as estrelas e a humanidade.

Tales de Mileto (624 a.C.-548 a.C.) foi o primeiro a conseguir prever matematicamente um eclipse solar. Os eclipses em 2021 acontecerão em quatro oportunidades, afetando todo o trânsito astrológico do ano.

Tipos de eclipses em 2021

Um eclipse, por definição astronômica, é o obscurecimento total ou parcial de um astro por outro.

Os tipos de eclipses em 2021 serão solares e lunares, porém, em terras brasileiras, só poderão ser observados os lunares; um total que será mais bem visto nas regiões mais a oeste, e, um parcial, melhor visualizado nas regiões norte e nordeste.

Ressalta-se que três deles acontecerão no eixo formado por Gêmeos e Sagitário, o que representa um momento de incerteza, sobretudo em relação a viagens e intercâmbio cultural, o que pode impactar a comunicação internacional, principalmente levando-se em consideração o que aconteceu em 2020 em relação ao COVID-19 e às viagens.

E o eclipse restante não é mais animador, já que será em Touro, e espelhará, principalmente, na economia e na necessidade de desapego a práticas antigas, exigindo uma reinvenção na forma de gerar renda, o que pode significar que, quem não mudou sua vida em 2020, pode fazê-lo drasticamente nesse novo ano.

Datas dos eclipses

As datas dos eclipses serão:

  • 26/05 (lunar)
  • 10/06 (solar)
  • 19/11(lunar)
  • 04/12 (solar)

Como se vê, períodos até mesmo próximos, sendo revesados entre solar e lunar.

Quantos eclipses em 2021?

Para quem ainda se questionar quantos eclipses em 2021, a resposta é quatro, sendo dois lunares e dois solares e que impactarão diretamente nas emoções e na caixinha de magoas que todos têm.

Serão períodos dolorosos e confusos, já que significarão, a princípio, uma negação (como a lua se esconde durante o eclipse), mas após a novos níveis de consciência e aceitação tanto do passado quanto do que o futuro reserva.

Como se preparar para os eclipses de 2021? 

Sendo eventos muito impactantes, astrologicamente, como se preparar para os eclipses de 2021? É uma pergunta que pode tirar o sono de muita gente, ainda que a resposta seja bem simples.

Os eclipses estão ligados a situações de crise, sendo potencialmente complicado para circunstâncias que envolvam algum tipo de dependência, principalmente a emocional, já que a pessoa tende a se tornar mais carente, portanto, deve-se ter uma mente mais focada no racional.

Deve-se evitar, por exemplo, comportamentos imprudentes, já que ter um plano de contingência é mais complicado de se elaborar e/ou tirar da gaveta. Por ser um momento em que o inconsciente está em ebulição, e as coisas não ficam totalmente claras, tende-se a tomar medidas errôneas, e a chance de equívocos é mais alta.

Por ser tudo muito confuso e se estar emocionalmente instável, tende-se a ter paranoias ou reviver momentos do passado que se acreditava ter superado, mas, no fim, tudo retornará aos eixos e melhor do que era antes deles.

Significados dos eclipses

Os significados dos eclipses são, em verdade, antagônicos.

Enquanto o eclipse lunar pode fazer as pessoas saírem da sua zona de segurança (lua), as fazendo ter um movimento em direção ao novo, ao diferente e a novas perspectivas, o eclipse solar pode trazer um retorno do passado, seja de alguém ou de alguma situação.

Assim, tem-se que ambos, de algum modo, fazem a vida caminhar para um sentido, sendo possível aproveitar a carona para seguir em frente ou para revisitar aquilo que precisa ser revisto (ou reapreciado).

Eclipse solar

O eclipse solar, acontecerá em duas ocasiões, porém, não poderá ser visto no país. O primeiro vai acontecer no dia 10 de junho, e poderá ser observado em países da Ásia e da Europa. O segundo se dará no dia 4 de dezembro, e poderá ser observado no sul do Chile e da Argentina, nas porções sul da África do Sul, Austrália e Nova Zelândia e na Antártida.

Por sempre ocorrerem em época de Lua Nova, representam novos começos, principalmente aqueles em relação a coisas não resolvidas do passado e que enfim terão seu desfecho.

Eclipse lunar

O Eclipse lunar, por sua vez, se dará em 26 de maio e 19 de novembro, podendo ser visualizado do Brasil, mas com maior nitidez na Austrália, no leste da Ásia, no oeste da América do Norte e no Oceano Pacífico.

Por acontecerem na Lua cheia, dizem respeito a questões emocionais e causam maior burburinho nos relacionamentos, já que dão aquele impulso no que tem que ser feito e não é, dando coragem e perseverança em mudar situações, sejam relacionadas a trabalho, amizade ou amor.

Estando em período eclipsar, a pessoa deve redobrar suas atenções, já que estará tomada de sentimentos e de questionamentos que pensava ter resolvido, mas que podem se mostrar ainda doloridos.

É uma ótima oportunidade para trabalhar o que fica de pendente nos relacionamentos, mas também em construir boas bases para o futuro, ainda que isso signifique um voo no escuro, sem paraquedas ou amigos para te guiar

Use esse momento de reflexão para rever posturas com aqueles que lhe magoaram e sobre que alicerce quer construir seus novos relacionamentos e fase de vida, afinal, é um período de sair do casulo e brilhar mais intensamente quando a turbulência passar.