A Era de Touro: quando foi e o que aconteceu?



Com certeza, a Astrologia está cada vez mais “na moda”, não é mesmo? Mas o Zodíaco faz parte da vida do ser humano desde a Antiguidade, na Mesopotâmia, em que reinavam os sumários, os assírios e os babilônios. Eles observavam os astros e os cultuavam da mesma forma que cultuavam a natureza.

era de touro

Outro termo que está na moda hoje em dia são as Eras Astrológicas, você já ouviu falar delas? Entender o que são essas eras é fácil e difícil ao mesmo tempo.





e

Características dos signos

Isso porque estas eras acontecem quando um signo chega num ponto específico (Equinócio de Primavera no Hemisfério Norte no Polo Celeste (que seria equivalente ao Polo Terrestre).

O Polo Celeste se movimenta de forma circular de leste a oeste que leva cerca de 25.794 anos para se completar. Porém, há 12 constelações do Zodíaco, correto? Então, divide-se o total de anos por 12 e chegou-se à conclusão (não consensual) de que cada Era Astrológica dura, aproximadamente, 2000 anos.

Então, a cada Era Astrológica, vivemos sob os padrões do signo regente de determinada era. E não é só isso: especialistas defendem que cada Era possui uma personalidade marcante, que oferece uma visão diferente de ver o mundo. No caso da Era de Ouro, temos Krishna, conhecido como oitavo avatar do deus Vishnu e uma das mais adoradas reencarnações de Deus.

Krishna representa os ideais de Tranquilidade; Treinamento dos Sentidos; Fé, Tolerância; Foco e Equilíbrio da Mente e Resignação. Estas seis virtudes possuem relação com o signo de Touro, que é considerado paciente e resistente.

Quer saber mais sobre a Era de Touro e como era o Mundo na Era de Touro? Então, continue lendo este artigo.

Era de Touro

As Eras Astrológicas se confundem com o advento e quedas das civilizações antigas e com as religiões antigas. Quando a Era de Touro brilhou no Equinócio de Primavera, a religião dominante era o Mitraísmo, cujo símbolo era o Boi Ápis.

Os animais bovinos, análogos ao signo de Touro, também apareciam em religiões como a Suméria, Síria, Egito e Grécia Antiga, sendo que os principais são o Minotauro e o Bezerro de Ouro.

A Era de Touro foi tipicamente matriarcal, sendo que uma das principais deusas foi Hator, representada como uma vaca (ou uma mulher utilizando um enfeite em forma de chifres) e que era considerada a Deusa do Céu e a Mãe dos faraós.

É claro que Touro é o Ascendente da Era de Touro, ou seja, o signo cujas características são predominantes. Mas, também é importante saber quais são os outros signos que fazem intersecção com ele e, por isso, exercem algum impacto sobre a era. Durante a Era de Touro, por exemplo, Leão está no Fundo do Céu, Aquário está no Meio do Céu e Escorpião está no Descendente.

Quando foi a Era de Touro

Não há um consenso entre os especialistas em relação a quando começou uma Era Astrológica e quando ela finalizou. Mas, sabe-se que a Era de Touro ocorreu entre 4.460 a.C. até 2.300 a.C., aproximadamente.

O mundo na Era de Touro

Touro é o signo de sentidos apurados, que é conhecido pela busca pela estabilidade e pela segurança. Busca os bens materiais como forma de se manter seguro. É muito resistente – inclusive bem teimoso -, constante, sexual e fértil.

O mundo na Era de Touro foi marcado por essa preocupação com a estabilidade. Foi nessa época que os caçadores e coletores, que eram nômades, começaram a se fixar em apenas um lugar, tanto por conta da atividade pastoril como por meio da agricultura.

Isso porque as pessoas não precisavam mais se deslocar quando a comida acabava, eles tinham os próprios meios de subsistência.

As construções também são grandes marcos da Era de Touro, pois este signo busca pela beleza, harmonia e, é claro, o apego ao material. Dentre as construções, a que mais se destaca é a Pirâmide de Quéops, que possui as medidas do Cosmo. Nas pirâmides, as múmias eram conservadas e acompanhadas pelos bens materiais dos reis.

Como Touro é regido por Vênus (Afrodite na Mitologia Grega), os efeitos da Era de Touro também foram sentidos na arte, que se desenvolveu bastante.

O signo de Touro tem como metal o cobre, que passou a ser adotado para confeccionar diversos utensílios.

Os efeitos da Era de Touro também tinham relação com Escorpião, o oposto complementar de Touro. Escorpião é um signo de Água e, como sabemos, a água é fundamental para que a terra fosse nutrida e pudessem gerar frutos. Foram criados, então, os primeiros reservatórios, para que fosse possível controlar a água de rios famosos como Nilo, Tigre e Eufrates.

Esse sistema foi ficando cada vez mais desenvolvido, e logo criou-se o sistema de irrigação que conhecemos e usamos até hoje.

Desse modo, também são marcos da Era de Touro o surgimento das ciências exatas, tais como matemática. Além disso, a própria medicina e a astronomia começaram a se expandir.

A economia passou a se desenvolver bastante na Era de Touro (lembrando que esta é outra característica do signo de Touro), pois havia excedentes da produção e, consequentemente, um maior controle. Dessa forma, o povo, que antes era dominado pelo controle militar, agora era controlado por meio dos impostos.

Os faraós do Egito Antigo viraram verdadeiras divindades, que protegiam seu povo e garantiam que teriam prosperidade e boas colheitas. E o dinheiro dos impostos, por sua vez, foi revertido com grandes criações que, ainda hoje, intrigam e encantam a civilização.

Da mesma forma que o Egito, a Mesopotâmia e a Suméria também são grandes exemplos do comportamento do mundo na Era de Touro.

Em suma, dentre os efeitos da Era de Touro e sua oposição complementar com Escorpião, se deu a busca e a conquista da estabilidade, algo que surgiu com a união dos elementos Água e Terra. Ou seja, o domínio da Terra e dos recursos hídricos. E, é claro, não podemos destacar o papel da agropecuária.

Você gostou do nosso artigo sobre a Era de Touro? Já havia pensado que a transformação dos caçadores-coletores nômades em grandes impérios como o egípcio aconteceu por conta de um evento astrológico?

Compartilhe em suas redes sociais e continue navegando em nosso blog para saber tudo sobre as Eras Astrológicas e a Astrologia!